terça-feira, 12 de julho de 2011

Familia!

Fui criada e educada para respeitar sempre os valores da família. Qualquer pessoa da minha família pode sempre contar comigo. Felizmente, somos muito unidos.
Por isso não consigo achar normal quando uma mãe deixa constantemente os filhos com os avós, sem nenhum motivo aparente; não consigo achar normal que um filho não ache importante estar na festa de aniversário da mãe; não consigo achar normal uma filha ficar meses e meses sem sequer fazer um telefonema a um pai; não consigo achar normal uma irmã ficar indiferente à doença da irmã.
Fico muito triste quando oiço estas estórias, fico triste por estas pessoas! Afinal estas pessoas não conseguem sentir plenamente um amor incondicional, como só a família pode dar. Não conseguem sentir o amor que só um gesto pode provocar em nós.
Então no que toca à indiferença para com os pais, deixa-me louca. Pois, podem não ser os melhores pais do Mundo, mas deram-nos a vida e tornaram-nos aquilo que somos hoje. Os meus pais são os melhores do Mundo, mas mesmo que não fossem, nunca lhes viraria as costas, mas isso sou eu que sou ingénua*...

* resposta que ouvi hoje depois de explicar o meu ponto de vista sobre este assunto!

8 comentários:

Gonçalo disse...

a família é um pilar na nossa vida!
Também tive vontade de soltar o gato! :S

Dina disse...

Eu tenho uma família assim, pouco unida e problemática...

Susie de Sonho disse...

Não, não és ingénua. Tens é valores, coisa rara nos dias de hoje.

estrela disse...

Olá bom dia, vim através do blog Desabafos e coisas, gostei deste teu post! às vezes não somos nós que queremos a distância mas as próprias pessoas afastam-nos dando sempre negas...eu por exemplo convidava os meus pais para sair...o meu pai dizia que sim e depois quando o iamos buscar dizia "agora já não me apetece" lá ia a minha mãe, depois ela começava "a comida não prestava para nada, foi muito caro, quero ir para casa estou farta" e tanta vez que nunca estão satisfeitos com nada, nadinha mesmo. Quando tive uma doença grave ninguém me ligava a não ser a minha irmã do meio por isso às vezes não é má vontade nossa que sou filha...é mesmo ficar triste com tanta indiferença.

isa disse...

estrela, bem vinda!
Eu sei, que por vezes não depende de nós ter uma familia unida, por mais que custe, mas os casos que eu falo são de pessoas que ignoram a familia, simplesmente porque "sim". E dessas pessoas tenho muita pena.

Agridoce disse...

E quando os pais se limitam a dar a vida aos filhos, e nada mais?... Sabes, esse amor incondicional não surge só porque uma mãe dá à luz um filho. Não só esse amor pode não surgir, como também pode surgir de uma "mãe" que não fui a que deu à luz.
Não acho que sejas ingénua, acho apenas que tens a sorte de ter uma família unida :) Tens a sorte de não conhecer a realidade de quem vive todas essas coisas que não achas normal e acaba por concluir que esse amor condicional nem sempre está onde pensamos ou onde achamos que ele devia estar...

Isa disse...

Agridoce, percebo perfeitamente o teu ponto de vista. Uma coisa que não deixei claro no post, mas disse-o no comentário à estrela, as acções que descrevi vêem de pessoas que tem todo o amor da outra parte. Podem não ser perfeitos, mas sei que se esforçam!

Alice disse...

olá

eu também dou muito valor à família. mas percebo que nem todos vivem a mesma realidade, e às vezes não é porque não queiram é porque os outros se afastam. há casos entre família muito tristes, infelizmente.

**